Publicidade - OTZAds

Dave Bautista volta a reclamar da adaptação da rivalidade entre Drax e Thanos no UCM

POR ADAILTON MORAES

Não é de hoje que o astro Dave Bautista usa suas redes sociais para reclamar da maneira como a Marvel Studios retratou seu personagem Drax na franquia dos Guardiões da Galáxia e no universo compartilhado de maneira geral. Bautista não esconde sua decepção com a adaptação do poderoso Drax para os cinemas, principalmente se tratando da rivalidade do herói com Thanos, grande antagonista das primeiras fase do UCM. Nos quadrinhos, a origem e toda a motivação de Drax está quase sempre ligada ao Titã Louco, e seu maior objetivo é matar o vilão e se vingar por todo o sofrimento que lhe causou no passado. Já nos cinemas, há uma ânsia por vingança também, que acabou não sendo explorada como deveria segundo o próprio Dave Bautista não se cansa de comentar.

Publicidade - OTZAds
Anúncios

Drax é o alívio cômico dos Guardiões da Galáxia, ou melhor, um dos alívios cômicos, já que basicamente todos os integrantes da equipe desempenham o papel; e talvez seja justamente isso que tenha impedido que a rivalidade com Thanos fosse intensificada nas telonas para a decepção de Bautista. Em recente interação no Twitter, o ator foi questionado sobre como Drax estará em Guardiões da Galáxia Vol. 3 depois que seu grande rival estava morto e aproveitou para ressaltar todo o seu desconforto com a trama de vingança não explorada nas telonas:

Publicidade - OTZAds

“Toda a história entre Drax e Thanos parece ter sido varrida para debaixo do tapete. Sempre me perguntei o motivo, mas toda explicação que me vinha à mente me deixava inconformado. É a vida.”

Há algum tempo Dave já havia dito que a Marvel “pisou na bola” ao não deixar seu personagem, cuja família foi assassinada por Thanos, ter a sua sonhada vingança em Vingadores Ultimato. E de fato, no filme derradeiro do vilão interpretado por Josh Brolin, Drax não tem participação em sua derrota, sendo apenas mais um na multidão que o Doutor Estranho traz ao campo de batalha na guerra contra as forças do Titã Louco, que acaba sendo derrotado com o estalar de dedos de Tony Stark. Ainda no filme, Wanda Maximoff, a Feiticeira Escarlate, tem seu momento de vingança contra Thanos, usando todo seu poder contra ele por ter matado Visão nos eventos de Guerra Infinita; mas Drax não, nem mesmo teve um confronto direto com o rival no filme, e isso revolta o intérprete que no fundo queria ser o grande responsável pela morte de Thanos, tal como aconteceu nos quadrinhos na saga Aniquilação, onde Drax atravessa o peito do Titã e arranca seu coração com as próprias mãos.

Anúncios

Apesar do clima não parecer muito amigável entre Dave Bautista e os roteiristas do Universo Marvel nos cinemas, Drax tem mais algumas aparições confirmadas no UCM, sendo a primeira em Thor 4: Amor e Trovão em 2022, depois em O Especial de Natal dos Guardiões da Galáxia para o Disney+ no mesmo ano, e por fim em Guardiões da Galáxia Vol.3, onde terá sua despedida definitiva do personagem.

Publicidade - OTZAds

Mas e você, gostaria de ter visto a rivalidade entre Drax e Thanos sendo melhor trabalhada no Universo Marvel? Deixe sua opinião nos comentários.

Deixe uma resposta