Publicidade - OTZAds

Quentin Tarantino diz que cinema vive uma de suas piores fases na história

Quentin Tarantino diz que cinema vive uma de suas piores fases na história

Nos últimos anos, o mercado cinematográfico foi tomado por grandes produções, blockbusters e universos compartilhados. E se aos fãs isso significa uma era de ouro, a outros significa uma degradação da qualidade do cinema. Muitos nomes como Martin Scorsese e Pedro Almodovar já se opuseram às produções que fazem sucesso hoje em dia, especialmente o cinema de super-heróis, e ao que parece Quentin Tarantino também não está satisfeito.

Durante participação no The Video Archives Podcast, o diretor de sucessos como “Django Livre” e “Bastardos Inglórios”, disse que Hollywood vive uma de suas piores fases atualmente. Segundo o cineasta, os anos 80 e 50 são tão ruins quanto a geração atual do cinema:

Publicidade - OTZAds

“Mesmo que os anos 80 tenha sido a época em que eu provavelmente vi mais filmes na minha vida- pelo menos no que diz respeito a ir ao cinema- eu sinto que o cinema dos ano 80 é, juntamente com os anos 50, a pior era da história de Hollywood. Igualam apenas com a [era] atual.”

Entretanto, Tarantino salvou algumas produções da geração atual. Algum tempo atrás, no ReelBlend Podcast, o cineasta revelou que amou Top Gun Maverick e Amor, Sublime Amor. Na entrevista, ele disse que esses filmes o fizeram viver uma experiência nos cinemas que jamais pensou ter novamente:

“Proporcionaram um verdadeiro espetáculo cinematográfico, do tipo que eu nunca pensei que veria novamente. Foi fantástico.”

Recentemente, Quentin Tarantino falou diretamente sobre os filmes de super-heróis e disse que “qualquer um” pode fazer uma produção dessa. Segundo ele, os diretores já não têm liberdade no gênero e fazem apenas o que os grandes estúdios ordenam.

Publicidade - OTZAds

Samuel L. Jackson responde críticas de Quentin Tarantino aos filmes da Marvel

Conhecido por filmes como Pulp Fiction, Kill Bill e Bastardos Inglórios, o diretor Quentin Tarantino decidiu mexer em um grande vespeiro. Em recentes declarações, Tarantino criticou o domínio das produções da Marvel sobre grande parte do mercado cinematográfico e chegou a dizer que o UCM não produz grandes estrelas de cinema. Segundo o diretor, o

Alfred Molina reage a críticas e fala sobre o verdadeiro problema dos filmes da Marvel Studios

Um gigante no mercado cinematográfico quando o assunto é levar espectadores aos cinemas, a Marvel Studios também atrai críticos fervorosos dentro de Hollywood. Entre outros, os diretores Martin Scorsese e Quentin Tarantino já manifestaram seu desgosto com o domínio do estúdio no mercado e questionaram a qualidade das produções. Claro que muita gente não concordou

Simu Liu, de “Shang-Chi”, rebate críticas de Quentin Tarantino à Marvel Studios

Nas últimas semanas, Quentin Tarantino não tem escondido seu incômodo com a dominação da Marvel Studios sobre o mercado cinematográfico. O cineasta revelou que seu problema na verdade é que os filmes de heróis se tornaram praticamente os únicos relevantes na geração atual do cinema, a qual considera uma das piores da história. Publicidade –

Publicidade - OTZAds

Quentin Tarantino revela seu verdadeiro problema com os filmes da Marvel

A Marvel Studios construiu um verdadeiro império no mercado cinematográfico e sozinha movimenta bilhões de dólares anualmente. Os filmes do selo se tornaram uma febre mundial e arrastam milhões de fãs, mas também conquistam cada vez mais desafetos. Com a quantidade massiva de produções por ano, a Marvel tem sido alvo de duras críticas nos

Coringa| Quentin Tarantino finalmente diz o que achou do filme de Todd Phillips

Coringa marcou o cinema em 2019 com uma trama envolvente em torno de um dos maiores vilões da cultura pop. O sucesso do filme dirigido por Todd Phillips foi tanto que rendeu ao protagonista Joaquim Phoenix o Oscar de Melhor Ator do ano. Agora, um dos nomes mais respeitados de Hollywood, o diretor Quentin Tarantino,

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: