Publicidade - OTZAds

As Panteras| Diretora culpa marketing e indústria machista pelo fracasso do reboot

As Panteras| Diretora culpa marketing e indústria machista pelo fracasso do reboot

A franquia As Panteras marcou gerações nos anos 70 e 2000. Para quem não sabe, a franquia começou como uma série em 1976 e posteriormente foi adaptada para os cinemas trazendo Cameron Diaz, Lucy Liu e Drew Barrymore como protagonistas. Os filmes “As Panteras” (2000) e “As Panteras Detonando” (2003) se tornaram clássicos de ação e inspiraram o reboot de 2019. Porém, mesmo com Kristen Stewart, Naomi Scott e Ella Balinska, o novo filme foi um verdadeiro fracasso. Mas afinal por que o novo “As Panteras” não vingou?

Bem, de acordo com a diretora Elizabeth Banks, o filme foi visto como um manifesto feminista desde o início, mas nunca houve essa pretensão. A diretora também se mostrou muito orgulhosa do projeto falando ao New York Times:

Publicidade - OTZAds

“Eu estou orgulhosa do filme. Amei Kristen Stewart sendo engraçada e leve. Amei introduzir Ella Balinska ao mundo. Amei trabalhar com Patrick Stewart. Foi uma experiência incrível. [Entretanto] Foi bem estressante, em parte porque quando mulheres fazem algo em Hollywood, se torna essa história. Teve uma história em torno de ‘As Panteras’ que eu estava criando um manifesto feminista. Mas eu só estava fazendo um filme de ação.”

A diretora seguiu criticando o machismo dentro da indústria e ainda disse que o marketing em torno de “As Panteras” foi equivocado:

“Gostaria de ter feito ‘Missão Impossível’, mas mulheres não dirigem ‘Missão Impossível’. Eu pude dirigir um filme de ação, francamente, porque ele era estrelado por mulheres e eu sou uma diretora mulher. Esse é o limite de Hollywood agora. Eu queria que o filme não tivesse sido apresentado como só para garotas, porque não o fiz só para garotas. Teve um desencontro entre o lado do marketing e eu.”

Com um orçamento em torno de US$50 milhões, o reboot de “As Panteras” faturou apenas US$73 milhões nas bilheterias e foi massacrado pela crítica. Para efeito de comparação, os filmes dos anos 2000 superaram US$250 milhões nas bilheterias cada. Vale ressaltar aqui que o público elogiou a performance de Naomi Scott (Aladdin) no filme de 2019, e muitos a consideraram a salvação do longa.

Publicidade - OTZAds

Saga Crepúsculo| Taylor Lautner revela traumas durante sucesso dos filmes

Hoje muitos podem encarar a Saga Crepúsculo nos cinemas como vergonhosa ou algo do tipo, e até mesmo alguns membros do elenco dos filmes dão a entender isso, mas fato é que os filmes inspirados nos livros de Stephenie Meyer foram um grandioso sucesso entre os anos 2008 e 2012 e se tornaram uma verdadeira

The Batman| Kristen Stewart responde sobre interpretar o Coringa desse universo

A Saga Crespúsculo foi uma verdadeira febre em meados dos anos 2000, tanto na venda de livros quanto na bilheteria dos filmes, mas com o passar dos anos se transformou em uma pedra no sapato dos atores que estrelaram a série de longas-metragens . A interpretação do elenco se tornou motivo de piada nas redes

Gregory Tyree Boyce, de Crepúsculo, e namorada são encontrados mortos

O ator da Saga Crepúsculo Gregory Tyree Boyce, de 30 anos, e sua namorada Natalie Adepoju foram encontrados mortos na casa dele em Las Vegas. A divulgação da morte do intérprete de Tyler Crowley nos filmes protagonizados por Robert Pattinson e Kristen Stewart ocorre exatos cinco dias após o ocorrido em 13 de maio de

Publicidade - OTZAds

As Panteras; filme fracassa na abertura mundial

Parece que o reboot de “As Panteras” não foi uma boa ideia e corre o risco de se tornar um dos maiores fracassos comerciais do ano. Apesar do orçamento relativamente baixo de US$ 48 milhões, fora os gastos com campanha promocional, o filme protagonizado por Kristen Stewart, Naomi Scott e Ella Balinska decepcionou com a abertura nos EUA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: