Publicidade - OTZAds

Acusado de estupro e canibalismo, Armie Hammer é flagrado trabalhando como vendedor

No início de 2021, a carreira e vida pessoal do ator Armie Hammer sofreu uma grande reviravolta com a divulgação de mensagens do ator descrevendo fantasias sexuais envolvendo canibalismo, estupro e violência extrema e declarações de uma ex-namorada revelando o comportamento abusivo e violento do ator em sua intimidade. Courtney Vucekovich relatou ao site Page Six que o astro havia lhe dito que queria “quebrar suas costelas e comê-las”, entre outras coisas no mínimo estranhas. Alvo de cancelamento dentro de Hollywood e nas redes sociais, Hammer acabou sendo internado em uma clínica de reabilitação na Flórida em junho de 2021 por seu vício em álcool, drogas e sexo, e foi liberado em dezembro do mesmo ano.

Publicidade - OTZAds

Agora, o site TMZ compartilhou algumas imagens de Armie Hammer trabalhando como vendedor de pacotes de viagens nas Ilhas Cayman. O flagra vem logo após o advogado do ator negar que Hammer estaria trabalhando como concierge em um hotel na região.

Publicidade - OTZAds

Armie Hammer se destacou atuando em “Me Chame pelo Seu Nome” de 2018 e também participou de filmes como J. Edgar’ (2011) e ‘O Cavaleiro Solitário’ (2013). Ele é pai Harper (7 anos) e Ford (5 anos), frutos de seu casamento com a jornalista e apresentadora de TV Elizabeth Chambers, entre 2010 e 2020.

Publicidade - OTZAds

Carreira de Armie Hammer ameaçada após polêmicas envolvendo canibalismo e estupro

A polêmica da vez são as acusações de estupro e canibalismo contra o ator Armie Hammer, conhecido por “Me chame pelo seu nome”, “Agente da U.N.C.L.E.” e outros. O astro viu sua vida e carreira virarem dos pés à cabeça depois que prints de supostas conversas suas através de um perfil anônimo no Instagram pedindo…

Deixe uma resposta