Publicidade - OTZAds

Nathan Fillion defende Joss Whedon, acusado de postura abusiva em “Liga da Justiça”

Nathan Fillion defende Joss Whedon, acusado de postura abusiva em “Liga da Justiça”

Joss Whedon foi do céu ao inferno quando deixou o Universo Cinematográfico da Marvel depois de dirigir os dois primeiros filmes dos Vingadores e assumiu a direção das refilmagens de Liga da Justiça após o afastamento de Zack Snyder. Como bem sabemos, a versão de Whedon do filme lançada em 2017 foi um completo fracasso e colocou em cheque todo o Universo Estendido da DC, que desde então vem passando por mudanças atrás de mudanças; mas o pior de tudo mesmo foram as acusações fomentadas por Ray Fisher, o intérprete do Ciborgue, contra a postura de Joss no set de filmagens. Ray denunciou que Joss Whedon era abusivo com os membros do elenco e da produção de “Liga da Justiça” e, mais tarde, a estrela Gal Gadot (Mulher Maravilha) confirmou a informação e disse que o diretor ameaçou destruir sua carreira caso não acatasse suas ordens. Para completar, atores de produções passadas como Buffy e Angel reforçaram os abusos de Whedon por trás das câmeras.

Mas Nathan Fillion, que trabalhou com o diretor em Firefly, teve uma visão diferente de Joss Whedon e afirmou em participação no podcast Inside of You with Michael Rosenbaum que não hesitaria em trabalhar com ele novamente:

Publicidade - OTZAds

“Eu tive uma experiência direta com ele [Joss Whedon], e não vi nenhuma dessas coisas [posturas denunciadas] com aquele homem. Ele é engraçado, autodepreciativo, incrivelmente talentoso e talvez um pouco assombrado. Quero dizer, vejo por sua própria confissão que esse cara é um trabalhador, e eu aprecio isso… eu trabalharia com Joss novamente sem hesitar. Eu trabalharia com ele novamente em um piscar de olhos.”

Firefly se passava quinhentos anos no futuro e acompanhava uma tripulação renegada a bordo de uma pequena nave espacial tentando sobreviver enquanto viaja por partes desconhecidas da galáxia. A série foi cancelada pela FOX após uma única temporada.

Jean-Pierre Jeunet detona Joss Whedon e filmes da Marvel: “É tão estúpido”

Joss Whedon ficou marcado pelas polêmicas nos bastidores de Liga da Justiça e pelo fracasso do filme nas bilheterias. Mas o diretor também contribuiu significativamente para o império Marvel nos cinemas, dirigindo por exemplo o sucesso Os Vingadores (2012). O filme alavancou ainda mais a Marvel Studios e ajudou o estúdio a se estabelecer no

Publicidade - OTZAds

Liga da Justiça| Ray Fisher detona reportagem sobre uso de bots na campanha pelo Snyder Cut

Uma recente matéria publicada originalmente pela Rolling Stone revelou que relatórios investigativos da Warner Bros. concluíram que a campanha pelo lançamento do Snyder CUT de Liga da Justiça contou com um número incomum de bots e sugeriu que houve uma manipulação da opinião pública contra o estúdio e seus executivos nas redes sociais através desses

Ray Fisher celebra renúncia de Presidente da Warner Bros.: “Dias melhores virão”

A Warner Bros. está passando por uma série de mudanças desde que se fundiu à Discovery e, entre as principais, podemos citar a renúncia de Toby Emmerich, então presidente da Warner. Michael De Luca e Pamela Abdy assumirão como copresidentes por hora. Ray Fisher, que não perde uma oportunidade de cutucar os executivos da Warner

The Flash| Ezra Miller dá a entender que Ben Affleck não se despede do Batman no filme

The Flash carrega consigo grandes responsabilidades dentro do Universo Estendido da DC e muitos acreditam que traz uma triste despedida para os fãs que acompanham os filmes desde o tempo em que Zack Snyder; tudo indica que Ben Affleck se despede definitivamente do Batman no longa, sendo substituído por Michael Keaton, ou melhor, tudo indicava

Publicidade - OTZAds

Gal Gadot rebate declaração de Joss Whedon: “Nunca vou trabalhar com ele”

Joss Whedon voltou à pauta! O infame diretor de “Liga da Justiça” (corte para os cinemas) decidiu quebrar o silêncio e dar sua versão dos acontecimentos que tornaram o set de filmagens tão tóxico quanto o filme em si. Whedon, entre outras coisas, disse que Ray Fisher é um ator ruim e uma má pessoa

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: