Publicidade - OTZAds

Gambit| Léa Seydoux comenta cancelamento do filme com Channing Tatum

Gambit| Léa Seydoux comenta cancelamento do filme com Channing Tatum

Em breve o Universo Cinematográfico da Marvel deve trazer uma adaptação dos X-men e consequentemente Gambit, um dos mutantes mais conhecidos dos quadrinhos da editora. Mas o personagem, que no geral se comporta como um anti-herói, quase chegou aos cinemas anos atrás em um filme solo estrelado por Channing Tatum pela FOX, projeto que jamais chegou a sair do papel.

Publicidade - OTZAds

O filme solo, segundo o próprio Channing disse recentemente, foi cancelado pouco antes do início das filmagens e deixou uma sensação de frustração nos membros do elenco. Dessa vez foi a vez de Léa Seydoux, conhecida por “Azul é a cor mais quente”, lamentar o cancelamento do projeto no qual interpretaria a co-protagonista Belladonna:

Publicidade - OTZAds

‎”O roteiro era muito bom. Tinha algumas partes muito divertias nele, pois queriam fazer uma espécie de comédia romântica. Sinto que na América há mais imaginação (para esse tipo de projeto). Me ofereceram filmes muito longe do que fiz no início da minha carreira, coisas que só consegui pensar, ‘Uau. Isso é interessante.’ Adoro a sensação de que posso me adaptar. Para mim, isso é muito exótico.‎”

Em recente declaração sobre o projeto, Channing Tatum revelou que ficou chateado e inclusive parou de assistir os filmes da Marvel por um bom tempo. A ideia original para o filme é que recebesse classificação R, para maiores de 18 anos, e fosse uma comédia romântica repleta de violência e cenas de ação. A trama escrita pelo roteirista e produtor Reid Carolin traria Gambit nas ruas de Nova Orleans, um local dominado por mutantes que não têm a pretensão de se tornarem super-heróis; o protagonista se envolveria no mundo do crime local e seria integrante de uma organização mafiosa.

Publicidade - OTZAds

Mas e você, gostaria que o projeto tivesse saído do papel?

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: