Publicidade - OTZAds

Homem-Aranha: Panóptico| Conversamos com Arthur Rotta, protagonista do curta-metragem

Com uma abordagem dramática e intimista de Peter Parker e sua relação com a vida de herói, Homem-Aranha Panóptico estreou há dois dias no Youtube e tem se destacado nas redes sociais, conquistando uma boa repercussão e especialmente a aprovação dos fãs do Amigão da Vizinhança. O curta-metragem desenvolvido por fãs já superou a marca de 100 mil visualizações apenas no Youtube e há inclusive um movimento nas redes por um novo projeto semelhante ou mesmo uma sequência.

Com o sucesso, conversamos com exclusividade com Arthur Rotta, um dos idealizadores do projeto e também intérprete de Peter Parker/Homem-Aranha no filme que conta com cerca de vinte minutos. O ator falou com o QG sobre sua relação com o Cabeça de Teia, um dos heróis mais populares do mundo, e revelou que teve a ideia de fazer um filme sobre o Homem-Aranha após assistir O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro, de 2012:

Publicidade - OTZAds

“O Aranha é o meu herói favorito desde criança. Comecei a ler os quadrinhos quando tinha em torno de 10 anos; nessa idade minha mãe ficava o dia inteiro fora trabalhando e eu não convivia com meu pai, então meio que o Peter acabou virando meu exemplo para tentar se espelhar. Eu queria fazer um filme do personagem desde 2014 após ver ‘O Espetacular Homem-Aranha 2’. Eu tinha muitas expectativas para o filme, mas infelizmente quando assisti, não gostei nada [risos]. ‘Se eu tivesse dinheiro, faria algo melhor’ [pensou]. Óbvio que depois disso a gente cresce e percebe que as coisas não são assim, mas a vontade de fazer algo audiovisual do personagem ficou plantada desde aí.”

“Panóptico” tem obtido bons números nas redes, especialmente se tratando de uma produção nacional com baixo orçamento desenvolvido por fãs, e Arthur nos confessou que não esperava tantas visualizações em tão pouco tempo:

Publicidade - OTZAds

“Não tinha a menor ideia que ia chegar nisso tão rápido, cara. Sinceramente, quando lançamos o trailer eu achei que o auge de visualizações seria em torno de 40k, no final pegou mais de 300k. Lançamos o curta faz praticamente dois dias e ele já fez um terço do trailer. Mas não tenho a menor ideia do quão longe vai chegar.”

Rotta também comentou planos para um novo projeto inspirado no Homem-Aranha e revelou que, inicialmente, a ideia era fazer uma produção mais longa, o que ainda não foi possível por conta do orçamento necessário:

“Então, em 2018, após me formar no Ensino Médio, minha vontade era fazer uma websérie do personagem, 10 episódios, em torno de 40 minutos cada, inclusive cheguei a escrever o plot geral. Mas conforme fomos nos aprofundando em fazer isso, a gente percebeu que com o orçamento que tínhamos era completamente inviável, aí decidi transformar em um filme de 1 hora e meia; abrimos um Cartase para arrecadação de fundos, mas não conseguimos nem 4% da meta, aí falei para a equipe que deveríamos ao menos fazer um curta-metragem direto dos nossos bolsos. Foi assim que surgiu Panóptico. Não sabemos se o filme vai sair do papel, acredito que outro curta no universo seja possível, mas tudo vai depender da recepção desse.”

Finalizando nosso papo com Arthur Rotta, perguntamos qual era seu intérprete favorito do Homem-Aranha nos cinemas: Tobey Maguire, Andrew Garfield ou Tom Holland?

Publicidade - OTZAds

“Eu gostava mais do André [Andrew] como ator, mas gostava muito mais dos filmes do Tobey. Mas depois de NWH [Homem-Aranha Sem Volta para Casa] virei fã dos três igualmente.”

Homem-Aranha Panóptico conta com direção de Luís Carlos e traz no elenco Arthur Rotta, Luan Herculano, Caique Dias, Bruna Streng, Sérgio Andrade e Denise Braga. Mas e você, já assistiu ao curta-metragem? O que achou da produção brasileira? Compartilhe sua opinião com a gente nos comentários.

Deixe uma resposta