Publicidade - OTZAds

James Gunn explica porque não quer trabalhar na franquia Star Wars por enquanto

Anúncios

POR ADAILTON MORAES

Publicidade - OTZAds

James Gunn se tornou um dos nomes mais populares entre os diretores de filmes baseados em quadrinhos de super-heróis, tendo se popularizado no meio principalmente após o primeiro filme da franquia Guardiões da Galáxia. Demitido da Marvel Studios em 2018 após alta repercussão de tuítes sobre pedofilia e estupro, Gunn também ganhou destaque na concorrente DC e assumiu a direção de O Esquadrão Suicida e da série derivada do Pacificador. Agora, o diretor está de volta ao UCM e se prepara para se despedir dos Guardiões da Galáxia no Vol. 3, já em produção avançada e com previsão de estreia para maio de 2023.

Nas redes, alguns fãs andam especulando que James Gunn possa assumir novos filmes da franquia Star Wars, que recentemente encerrou uma nova trilogia não tão bem avaliada quanto as anteriores, mas o diretor negou interesse em dirigir filmes da franquia popular. Em interação no Twitter, muito comum, James disse:

Publicidade - OTZAds

“Estou finalizando a trilogia dos Guardiões. Já chega de ópera espacial no momento”

Anúncios

E não é a primeira vez que James Gunn expressa seu desinteresse na franquia, em 2020 ele deu uma declaração bem semelhante:

Publicidade - OTZAds

“É algo que não desperta meu interesse como cineasta. Não consigo me imaginar trabalhando em outras franquias além daquelas que estou envolvido no momento.”

Depois do encerramento da franquia “Guardiões da Galáxia”, Gunn deve se dedicar ao Universo Estendido da DC e está envolvido em ao menos três novos projetos com o estúdio até o momento, sendo dois ligados ao Esquadrão Suicida e outro completamente distinto.

Deixe uma resposta