Publicidade - OTZAds

Cuba Gooding Jr. se declara culpado em caso de abuso sexual

POR ADAILTON MORAES

Publicidade - OTZAds

Polêmica em Hollywood! O ator Cuba Gooding Jr., vencedor do Oscar por “Jerry Maguire”, se declarou culpado por abusar sexualmente de uma mulher em uma balada de Manhattan em Nova York em 2019. Na época, o astro foi preso após alegações de três mulheres denunciando assédio e abuso sexual, agora Cuba reconhece a culpa de apenas uma das acusações.

Cuba reconheceu portanto a veracidade da acusação que denunciava que ele teria apertado o seio da vítima em questão sem seu consentimento em um bar na Times Square. A decisão de Cuba e de seus advogados de defesa, como se deve imaginar, é amenizar a possibilidade de um novo julgamento do caso que reuniria segundo as intensões da promotoria testemunhos de outras 19 mulheres que também acusam o ator de atos impróprios e indevidos.

Publicidade - OTZAds

“Peço desculpas por ter feito alguém se sentir indevidamente tocada”

Anúncios

O ator também está sendo acusado de ter apertado as nádegas de uma funcionária do bar nova-iorquino TAO Downtown. Caso seja condenado nesse caso, o ator pode receber a pena de no máximo um ano de reclusão. O ator ainda é investigado por outra acusação semelhante no tribunal civil de estupro, onde uma vítima anônima pede uma indenização em torno de US$6 bilhões. O ator se declarou inocente em ao menos seis outras acusações.

Publicidade - OTZAds

Enquanto todos os casos vão sendo julgados, Cuba Gooding Jr. participou de um curta sobre relatos de Nova York, e também atuou nos filmes “A Vida em um Ano” (2020) e “Beneath” (2022). Ele também protagoniza o terror Skeletons in the Closet (“Esqueletos no Armário” em livre tradução), longa que está em pós-produção sem data de estreia prevista e pode acabar sendo pausado por conta das polêmicas.

Deixe uma resposta