Publicidade - OTZAds

Star Trek| Chris Pine diz que estúdio precisa parar de tentar alcançar a Marvel

Anúncios

POR ADAILTON MORAES

Publicidade - OTZAds

O Universo Compartilhado da Marvel se tornou um verdadeiro gigante no mercado cinematográfico, faturando bilhões nas bilheterias mundiais, e números estrondosos com produtos licenciados e marketing. O sucesso, é claro, elevou o conceito de bom faturamento dos demais estúdios, que passaram a investir ainda mais em grandes franquias para correr atrás do almejando o tão sonhado bilhão por cada lançamento. Mas não é tão simples assim, muitas vezes o alto investimento sai caro e os filmes não obtém o retorno financeiro desejado, decepcionando os executivos.

Falando sobre isso em recente entrevista, o astro Chris Pine, que interpreta o Capitão Kirk na atual franquia Star Trek nos cinemas, disse que o estúdio responsável pelos filmes precisa desistir de alcançar os números da Marvel e focar nos personagens para estabelecer futuros projetos:

Publicidade - OTZAds

“Nós sempre tentamos atingir o enorme mercado internacional. Sempre foi sobre fazer um bilhão de dólares. Sempre foi sobre essa marca porque a Marvel estava fazendo um bilhão. Bilhão, bilhão, bilhão. Nós sofremos com isso por Star Trek, por qualquer motivo que seja, tem um público central raivoso. Conseguir cativar essas pessoas que estão interessadas, mas são talvez fãs de Star Wars ou que pensam que Star Trek não é legal… Nós fizemos um bom trabalhado com isso, mas não para uma marca de um bilhão como eles querem.”

Anúncios

Pine ainda deu detalhes sobre o aguardado quarto filme dessa franquia, destacando que ainda não há nada concreto:

Publicidade - OTZAds

“Não li um roteiro. Eu conheci o diretor, Matt [Shankman], de quem gosto bastante. Conheci um produtor de quem gosto muito. Eu sei que J.J. está envolvido no projeto de alguma forma. Conheci novas pessoas na Paramount, o que forma diferentes tipos de relação. Gostei de todos. Todo mundo parece empolgado com a perspectiva disso, mas simplesmente não temos um roteiro tangível ainda.”

Mesmo com essa ausência de evolução do filme, o estúdio anunciou uma data de lançamento prevista para 23 de dezembro de 2023. Matt Sharkman, que dirigiu a série WandaVision para o Disney+ e alguns episódios de Game of Thrones, assume a direção.

Deixe uma resposta