Publicidade - OTZAds

Mulher Maravilha 1984| Produtor admite fracasso de estratégia de lançamento do filme

Anúncios

POR ADAILTON MORAES

Publicidade - OTZAds

O primeiro filme solo da Mulher Maravilha para o Universo Estendido da DC surpreendeu muita gente e gerou altas expectativas para a sequência da franquia estrelada por Gal Gadot, entretanto “Wonder Woman 1984” dividiu opiniões e também sofreu financeiramente com a estratégia de lançamento simultâneo adotada pela Warner Bros. na época. O longa dirigido por Patty Jenkins, em tempos de pandemia, faturou apenas US$166,8 milhões nas bilheterias mundiais e é um considerado por muitos um fracasso tendo em vista apenas os espectadores dos cinemas, mas teve um desempenho razoável no HBO Max.

Falando sobre ao The LA Times, o produtor Charles Roven explicou as razões que o levaram, juntamente com a diretora Patty Jenkins, a aceitar a proposta de lançar o filme simultaneamente nos cinemas e no HBO Max, o que facilitou a pirataria e prejudicou a arrecadação:

Publicidade - OTZAds

“Patty Jenkins, Gal Gadot e eu fomos perguntados se apoiaríamos um lançamento híbrido para ‘Mulher Maravilha 1984’ quando estávamos no auge da pandemia, e já tínhamos adiado por mais de um ano. Estávamos realmente enfrentando a opção de sair simultaneamente na HBO Max em dezembro de 2020 ou esperar até dezembro de 2021.‎”

CLIQUE PARA CONFERIR OFERTAS EXCLUSIVAS

O produtor também admite que foi uma decisão equivocada:

Publicidade - OTZAds

“‎Nós concordamos em fazê-lo. Mas não nos disseram que seria assim no ano seguinte. Acredito que eles mesmos [Warner Bros.] sabem que isso não funcionou. Há ótimos filmes, e acho que produzi um dos melhores, que foi ‘O Esquadrão Suicida’, de James Gunn. A bilheteria foi minúscula em comparação à popularidade na HBO Max. Acho que foi uma oportunidade perdida.‎ Essa opção parece ter ido embora, e não apenas porque os cineastas não gostaram, mas porque os próprios estúdios perceberam que estavam colocando um limite em suas receitas. De jeito nenhum ‘Sem Volta Para Casa’ teria sido um sucesso tão grande se tivesse saído no streaming.‎”

Mas vale ressaltar que não apenas o método de lançamento adotado prejudicou o filme, as críticas em torno dele também não foram tão boas e muitos fãs ficaram decepcionados com o rumo dado à mitologia da Princesa de Themyscira. “Mulher Maravilha 1984” se passa, como o próprio nome sugere, nos anos 80 e busca trazer toda atmosfera da década, usando e abusando de clichês comuns nas produções cinematográficas da época. Na trama, Diana ainda não superou a perda de Steve Trevor (Chris Pine) e acaba vendendo seus poderes para ter o amado de volta, enquanto o vilão Maxwell Lord (Pedro Pascal) sucumbe a uma perigosa magia para se torna poderoso e respeitado. O filme também conta com a Mulher Leopardo, interpretada por Kristen Wiig, como vilã secundária.

Deixe uma resposta