Publicidade - OTZAds

Warner, Disney e Sony aderem a boicote e cancelam lançamentos de filmes na Rússia

Warner, Disney e Sony aderem a boicote e cancelam lançamentos de filmes na Rússia
Anúncios

POR ADAILTON MORAES

Diante da invasão da Rússia à Ucrânia, políticos e autoridades reforçam sanções e buscam prejudicar a economia do país governado por Vladimir Putin. Agora grandes empresas também aderem ao boicote e até mesmo Warner Bros., Disney e Sony Pictures decidiram cancelar todos os seus lançamentos na Rússia. Em resumo, nenhum filme estreará nas terras russas por enquanto, ao menos não enquanto a invasão à Ucrânia continuar.

Publicidade - OTZAds

A Disney publicou um comunicado oficial em sua conta no Twitter afirmando que seus futuros lançamentos, incluindo Red: Crescer é Uma Fera, ficarão de fora dos cinemas russos:

Publicidade - OTZAds

“Declaração da The Walt Disney Company em resposta à crise na Ucrânia: Dada a invasão não provocada da Ucrânia e a trágica crise humanitária, nós estamos pausando o lançamento de filmes nos cinemas da Rússia, incluindo ‘Red: Crescer é um Fera’ da Pixar. Nós vamos tomar decisões empresariais conforme a situação for evoluindo. Enquanto isso, dada a escala da emergente crise de refugiados, estamos trabalhando com nossas ONGs parceiras para prover ajuda urgente e outras assistências humanitárias ao refugiados.”

Anúncios

A Warner Bros. também declarou ao The Hollywood Reporter que The Batman, novo filme de Matt Reeves estrelado por Robert Pattinson, não chegará à Rússia:

“Diante a crise humanitária da Ucrânia, a WarnerMedia está pausando o lançamento do seu filme The Batman na Rússia. Nós vamos continuar monitorando a situação conforme ela evolui. Nós torcemos por uma resolução rápida e pacífica para essa tragédia.”

Pouco depois, a Sony Pictures também declarou o adiamento do lançamento de seu grande lançamento do ano, Morbius com Jared Leto, no país de Putin:

Publicidade - OTZAds

“Dada a ação militar em andamento na Ucrânia que resulta em uma incerteza e a crise humanitária que se desenrola naquela região, pausaremos nossos lançamentos na Rússia, incluindo o próximo lançamento de Morbius. Nossos pensamentos e orações estão com todos aqueles que foram impactados e esperamos que esta crise seja resolvida rapidamente.”

Anúncios

Ainda no meio cinematográfico, a Rússia está sofrendo boicotes dos maiores festivais de cinema do mundo, que optam, em sua maioria, por desconsiderar todos os filmes russos enquanto a situação não se resolver na Ucrânia.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: