Publicidade - OTZAds

Coringa 2| Willem Dafoe sugere interpretar “Coringa impostor” em sequência

Anúncios

POR ADAILTON MORAES

Publicidade - OTZAds

O Coringa é um dos antagonistas mais icônicos da cultura pop, sendo muitas vezes tão querido quanto seu arqui-inimigo Batman. A popularidade do vilão é tanta que ele recentemente ganhou um filme solo dirigido por Todd Phillips e estrelado por Joaquim Phoenix, longa que inclusive conquistou o público e crítica, ganhando bons números nas bilheterias e até um Oscar de Melhor Ator. O filme traz uma nova abordagem para a história de origem de Arthur Fleck como o Palhaço do Crime e como ele pode significar uma verdadeira revolução para Gotham City. Com o sucesso, uma sequência é dada como certa, ainda que aparentemente não estivesse nos planos originais do diretor.

Falando sobre isso em entrevista à GQ Magazine, o astro Willem Dafoe até deu uma ideia um tanto inusitada para um possível continuação de “Coringa”:

Publicidade - OTZAds

“Há algo interessante sobre… Se houvesse um Coringa impostor. Então, seria possível não ter esse duelo entre Coringas, mas alguém que [afirma] ser o Coringa, que não é o Coringa. Isso meio que abre a possibilidade de uma história interessante, particularmente se você tivesse a versão do Coringa do Joaquin Phoenix‎‎. Não tinha comentado com ninguém [sobre isso]. Você é o primeiro!” ‎

Anúncios

A ideia de Dafoe além de trazer uma trama surpreendente para uma sequência do filme com Joaquim Phoenix, também significa a realização de muitos fãs do Coringa, que há anos clamam pela escalação de Willem para dar vida ao icônico vilão. Muitos inclusive acreditam que ele é o nome ideal para o papel.

Publicidade - OTZAds

Voltando à ideia de Dafoe para “Coringa 2”, vale lembrar que ao final do primeiro longa vemos que o Coringa ganha diversos seguidores após seus atos insanos em Gotham, gerando uma grande revolução contra a elite de Gotham City. Seguindo isso, o Coringa impostor proposto por Willem poderia ser um desses seguidores do Palhaço original. Mas e você, acha que é uma boa ideia? Deixe sua opinião nos comentários.

Deixe uma resposta