Publicidade - OTZAds

O Crítico| Warner Bros. vai conseguir consolidar o DCEU sem a Trindade original?

Anúncios

POR ADAILTON MORAES

O Universo Estendido da DC está prestes a passar por uma grande reformulação nos cinemas e nas telas do HBO Max, que deve começar a se desenhar no vindouro The Flash, que marcará a estreia de Sasha Calle como Supergirl e a despedida definitiva do Batman de Ben Affleck, que sai de cena sem sequer um projeto solo no DCEU. Tudo indica que o Superman de Henry Cavill também não terá destaque no futuro do universo compartilhado, na verdade, ele não tem desde o rompimento de Zack Snyder com a Warner Bros.. Com isso, da famosa Trindade DC reunida pela primeira vez no DCEU em Batman VS Superman apenas a Mulher Maravilha de Gal Gadot pode ser considerada bem-sucedida nesse universo, tendo tido dois filmes já lançados e o terceiro confirmado e já em estado inicial de desenvolvimento. Mas pode o DCEU encontrar um caminho deixando de lado seus maiores heróis?

Publicidade - OTZAds

UM NOVO MORCEGO PARA O DCEU, UM VELHO CONHECIDO DOS FÃS

Vale lembrar que, apesar da saída de Ben Affleck, o Batman continuará no Universo Estendido DC, uma vez que a versão interpretada por Michael Keaton nos anos 90 estará de volta também em “The Flash” e no primeiro filme solo da Batgirl para o HBO Max. Mas tudo indica que esse Homem Morcego será uma espécie de mentor para os heróis que chegarão nos próximos projetos, não tendo assim tanto destaque na construção dos novos eventos, mas apelando para a nostalgia. Mas e quem não viveu os anos 90 e não vê em Michael Keaton essa mentoria? Obviamente, os filmes de Tim Burton estão aí e podem ser assistidos por qualquer um que deseje, na verdade, são uma ótima pedida; mas descartar um Batman construído para a nova geração e surfar na onda da nostalgia me parece um tanto preguiçoso, ou mais, um desperdício para um herói tão icônico. Sabemos que, após tudo o que aconteceu nos bastidores, Ben Affleck não quer continuar na franquia e talvez seja melhor não insistir, afinal um ator desmotivado não entrega o seu melhor em cena, mas por que não trazer um substituto ativo para o herói? Michael Keaton é inegavelmente um dos maiores Batmen da história dos cinemas e deve ser um bom mentor no DCEU, mas confesso que eu queria uma franquia protagonizada pelo Homem Morcego nesse universo e não vê-lo como coadjuvante. Felizmente temos The Batman vindo aí.

Anúncios

QUAL É O PROBLEMA DA WARNER COM O SUPERMAN?

Publicidade - OTZAds

Pessoalmente, o Batman é meu herói favorito, mas reclamar da falta de espaço para o herói no DCEU chega a ser ridículo se compararmos com a situação do Superman de Henry Cavill. O herói teve um filme solo, na verdade deu origem a todo o universo compartilhado em 2013, mas nunca chegou a se tornar o ícone que é na cultura pop. E isso não necessariamente tem relação com a saída de Zack Snyder, pois mesmo quando ele estava no DCEU, o Superman teve sua história muito apressada nas telonas e inclusive morreu no seu segundo filme (Batman VS Superman), sem ter tido tempo para conquistar o público, que no geral nem chegou a sentir a sua morte. E se as coisas já não iam muito bem para o maior herói dos quadrinhos, ficaram pior. O Superman foi colocado para escanteio e, ao que parece, continuará assim por mais algum tempo. Henry Cavill já disse algumas vezes que só está esperando uma ligação da Warner Bros. para voltar ao papel, em contrapartida, fontes ligadas ao estúdio dizem que o ator só não voltou ainda por conta dos conflitos de agenda. Enquanto isso, o Universo Estendido da DC segue sem seu grande símbolo. Desperdício que chama né?

ENTRE MORTOS E FERIDOS, MULHER MARAVILHA SOBREVIVE

Enquanto o Superman teve um único filme solo e sua jornada esquecida até o momento e o pouco do que sabemos sobre a história do Batman de Ben Affleck vem por meio de referências ou frames muito rápidos, a Mulher Maravilha de Gal Gadot conseguiu sobreviver aos cortes da Warner Bros. e é a única da trindade original que conseguirá fechar uma trilogia em um futuro próximo. Mulher Maravilha foi o primeiro grande sucesso do Universo Estendido da DC e mesmo sofrendo algumas críticas deixou sua marca nos cinemas, já Mulher Maravilha 1984 dividiu opiniões e não é muito bem lembrado por parte dos fãs e crítica; ainda assim o terceiro filme já está confirmado e deve se passar nos dias atuais, muito provavelmente apresentando Nubia, a irmã gêmea de Diana. No geral, pode-se dizer que a adaptação da Princesa de Themyscira para o DCEU foi bem-sucedida e felizmente a veremos nos novos planos para os cinemas.

UMA NOVA TRINDADE?

Tudo a seguir é baseado em rumores, portanto ainda é muito cedo para se revoltar com isso. Mas fato é que tudo tem indicado que a ideia da Warner Bros. é desvincular a dependência de seu universo compartilhado da famosa Trindade, ainda que para isso reimagine ela. Com a estreia da Supergirl de Sasha Calle em “The Flash” e o desenvolvimento do filme solo da Batgirl de Leslie Grace, muitos acreditam que as versões femininas dos maiores heróis da editora irão substituí-los a nível de relevância dentro desse universo, formando assim uma nova trindade 100% feminina, para a revolta de muitos fãs. Mais uma vez, vale ressaltar, que isso é baseado em especulações, mas caso se confirme, seria interessante ver a Supergirl e a Batgirl ganhando espaço nos cinemas, mas talvez não como pilares de uma provável nova formação para a Liga da Justiça.

Publicidade - OTZAds
Anúncios

No fim, obviamente é possível que a Warner Bros. consiga construir um universo consolidado a partir das mudanças que estão por vir, e na verdade muitos projetos parecem muito interessantes, como por exemplo a ideia de explorar diversos personagens e suas respectivas mitologias e enfim trazer grandes crossovers para o DCEU. Mas sempre vai ficar aquele gostinho de “saudade do que a gente não viveu” em relação ao Batman de Ben Affleck e ao Superman de Henry Cavill (ainda com futuro incerto). O que nos resta é torcer para que ao menos a situação de Cavill se resolva e que os novos projetos para o Universo Estendido da DC deem certo, afinal torcer contra também não gera resultado nenhum.

Mas e você, acredita que a Warner Bros. vai conseguir consolidar seu Universo Estendido da DC sem sua Trindade original completa? Responda clicando abaixo:

Deixe uma resposta