Harry Potter| Jon Stewart aponta antissemitismo em Duendes da franquia

Harry Potter| Jon Stewart aponta antissemitismo em Duendes da franquia

Anúncios

POR ADAILTON MORAES

J.K. Rowling sempre se envolve em polêmicas por conta de seus comentários nas redes sociais, que muitas vezes são considerados preconceituosos, mas dessa vez a autora se viu envolvida em uma nova polêmica por conta de um suposto antissemitismo oculto em suas obras, especificamente na caracterização dos duendes da franquia Harry Potter. Durante seu podcast, o apresentador e comediante Jon Stewart apontou o uso de estereótipos judeus na caracterização dos duendes das histórias, que são responsáveis por cuidar das finanças e afins nos bancos do universo fantástico.

Além do fato dos duendes trabalharem em bancos ser considerado um estereótipo do povo judeu, Jon Stewart pontuou que eles são muito parecidos com caricaturas antissemitas do século passado do livro The Protocols of the Elders of Zion, de 1903. O livro se trata de um texto antissemita que descreve um alegado projeto de conspiração por parte dos judeus e maçons de modo a atingirem a “dominação mundial através da destruição do mundo ocidental”.

Algumas imagens presentes no citado livro
Anúncios

“Falando com as pessoas, é isso que eu digo: Você já viu um filme de Harry Potter? Você já viu as cenas no banco Gringotes? Sabe o que aquele pessoal que comanda o banco é? Judeus! E eles respondem ‘Oh, [aquela ilustração é] de Harry Potter!’ E você fica tipo, ‘Não, aquela é uma caricatura de um Judeu de uma obra de literatura antissemita’. J.K. Rowling os criou tipo, ‘Podemos colocar esses caras para comandar nosso banco?’ É um mundo mágico… nós podemos voar em dragões, podemos ter corujas de estimação… mas quem deveria comandar o banco? Judeus. Mas e se os dentes deles fossem mais afiados?”

Mas as comparações de Jon Stewart não tiveram uma boa repercussão, especificamente no Twitter, e inclusive o grupo de caridade Campanha contra o Antissemitismo chegou a fazer uma declaração defendendo a autora J.K. Rowling e as obras de Harry Potter, afirmando que ela sempre esteve envolvida na defesa da comunidade judaica ao longo dos anos. A entidade também destaca que a retratação dos duendes nas obras são como as criaturas geralmente são mostradas em obras ocidentais, sem nenhuma ligação com o povo judeu.

Anúncios

Sabendo da repercussão, Jon Stewart voltou a falar sobre o assunto e buscou explicar o contexto em que fez suas declarações. Segundo ele nunca houve a intenção de atacar ou acusar J.K. Rowling ou as obras de Harry Potter, mas sim compartilhar um relato pessoal da primeira vez que assistiu a um filme da franquia. Ele ainda pontuou:

“Alguns estereótipos estão tão impregnados na sociedade que são basicamente invisíveis, mesmo em um processo considerável como o cinema.”

Jon finaliza destacando que toda a declaração, feita originalmente a cerca de um mês, mas que só veio a ganhar repercussão mais recentemente, foi em tom de descontração em um bate-papo com amigos, logo, jamais quis fazer uma denúncia ou algo do tipo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s