Publicidade - OTZAds

Homem-Aranha 3| Roteiristas falam sobre dinâmica entre Andrew, Tobey e Tom Holland

Anúncios

POR ADAILTON MORAES

Publicidade - OTZAds

Homem-Aranha 3: Sem Volta para Casa é sem dúvidas o filme do ano, tendo arrecadado mais de um bilhão de dólares nas bilheterias mundiais em pouco mais de dez dias em cartaz. E agora, como já deu tempo de todo mundo assistir ao filme de Jon Watts ou pegar todos os spoilers, os roteiristas do filme, Chris McKenna e Erik Sommers soltaram o verbo em entrevista ao The Hollywood Reporter.

Dentre muitas coisas, eles revelaram alguns detalhes sobre as diferentes reações de Tobey Maguire e Andrew Garfield diante do retorno como suas respectivas versões do Amigão da Vizinhança:

Publicidade - OTZAds

“Nós dissemos, ‘Temos que tornar cada versão muito específica.’ Então, pensamos muito sobre, ‘Onde estão esses personagens em suas vidas quando entram no filme? Onde está Tobey?’ Pois, obviamente, não houve um processo de rejuvenescimento digital. Ele é um cara que tem 46 anos que está indo para outro universo. E Andrew Garfield? Na última vez que vimos, sua versão estava em uma espiral sombria após a morte de Gwen, e talvez ele nunca tenha superado. Queríamos ser fiéis aos personagens desses filmes. Tivemos muitas conversas sobre especificar onde os dois estão, sem entregar muito. Não queríamos entregar tudo, do tipo, ‘O Peter do Tobey está dirigindo as Indústrias Peter Parker!’ Você só queria ter pequenas dicas disso sem que fosse toda essa exposição. Tobey queria ser discreto sobre o quanto saberíamos da sua versão. Algo muito, muito mínimo. Andrew realmente adorou a ideia de que sua versão ainda sofre, e como isso poderia afetar a versão do Tom. Ele é aquele que pode dizer, ‘Nós sabemos o que você está passando. Se alguém no mundo sabe o que você está passando, somos nós.’ Tobey também passou por essa escuridão. Achamos legal que o Peter do Andrew ainda estivesse no meio daquela escuridão. Eles não estavam aqui apenas para dizer, ‘Olá, somos dois incríveis Cavaleiros Jedi e aparecemos para ajudá-lo a derrubar os bandidos.’ Eles estão passando por suas próprias coisas. E tanto Tobey quanto Andrew fizeram um ótimo trabalho criando e realmente sendo fiéis às suas histórias e mundos.”

Anúncios

Ainda falando ao THR, os roteiristas comentaram sobre a dinâmica entre os três Peter Parker no terceiro ato do filme, destacando que Andrew, Tom e Tobey improvisaram muitos detalhes das cenas em que estavam reunidos:

Publicidade - OTZAds

“Acho que o último terço do filme é a minha parte favorita dele. Você chega a esse ponto e é como, “Nós poderíamos realmente ter deixado a bola cair, e teria sido nossa culpa.” Porque esses caras foram como um jogo. Eles apareceram e nós reformulamos todas aquelas cenas quando eles vieram os produtores e o diretor. Nós reformulamos a cena da escola no telhado, todas essas coisas, e havia muito improviso divertido entre esses caras. Andrew realmente se inclinou para o solitário irmão do meio. Você facilmente diz. “Ele é o irmão do meio!” E você tem o irmão mais velho, Tobey, que é o sábio.

A coisa do irmão do meio, ele sente que não está recebendo a atenção dos outros dois. Funciona tão bem para esse personagem. Andrew se inclinou para a síndrome do irmão do meio. “O bebê está recebendo toda a atenção! E eu? ‎‎(Risos)‎‎ Ele obviamente está sofrendo. Acho que ele tem tantos grandes florescimentos. O Tobey também. Acho que essa dinâmica de irmãos é por isso que é tão grande quando Andrew diz: “Deus, eu sempre quis ter irmãos.”

Embora simplista, é um grande paradigma para os três se unirem e você quer que ele se sinta como, “Oh, não são apenas duplicatas.” Eles são diferentes. Eles não são a mesma pessoa. Eles nascem da mesma experiência e com a mesma picada de aranha. Eles são como irmãos. Ninguém conhece o céu e o inferno, e o que é estar em uma experiência, como seu irmão. Ninguém sabe como é essa família. Pelo menos eles têm uma noção de: “Você não está sozinho. Há uma comunidade. Vocês sofreram cada um à sua maneira. E então, para obter ajuda para curar uns aos outros, foi maravilhoso fazer parte disso.”

Anúncios

Com o inegável sucesso de “Sem Volta para Casa”, surgem muitos rumores sobre a nova trilogia estrelada por Tom Holland e como as versões vividas por Tobey Maguire e principalmente por Andrew Garfield serão aproveitadas no futuro do Universo Compartilhado da Marvel ou do Universo do Homem-Aranha da Sony. Será que veremos os três juntos novamente?

Deixe uma resposta