Rust| Alec Baldwin fala sobre morte de diretora e diz que filme não será retomado

Rust| Alec Baldwin fala sobre morte de diretora e diz que filme não será retomado

Anúncios

POR ADAILTON MORAES

No dia 21 de outubro, durante as gravações do filme faroeste Rust, o ator e produtor Alec Baldwin atirou e matou acidentalmente a diretora de fotografia Halyna Hutchins, aos 42 anos, além de ter ferido o diretor Joel Souza. A tragédia chocou o mundo e motivou algumas campanhas pela redução de armas de fogo nos sets de filmagens de Hollywood, ganhando agora o apoio do próprio Alec Baldwin.

O ator foi abordado por um grupo de paparazzis em Manchester, Vermont, e bastante tenso falou pela primeira vez às câmeras sobre a tragédia e relembrou sua amizade com Halyna Hutchins:

“Ela era minha amiga. No dia em que cheguei a Santa Fé e comecei a filmar, eu a levei para jantar junto com Joel [Souza], o diretor [também ferido após o disparo]. Nós éramos uma equipe muito, muito azeitada rodando um filme, e então aconteceu essa coisa horrível.”

Anúncios

Baldwin também comentou as campanhas que, após a morte da diretora de fotografia, pedem o fim do uso de armas de fogo em produções cinematográficas e televisivas de modo geral:

“Um esforço contínuo para limitar o uso de armas de fogo em sets de filmagem é algo em que estou extremamente interessado. Não sou um especialista nessa área. Portanto, qualquer que seja a decisão a respeito do melhor caminho a seguir, em termos de garantir a segurança das pessoas nos sets de filmagem, sou totalmente a favor e cooperarei com isso de todas as maneiras que puder.”

O ator também foi questionado sobre a possibilidade das gravações de Rust serem retomadas, ao que respondeu sem rodeios: “Duvido muito.” As investigações sobre o ocorrido do dia 21 de outubro seguem avançando em torno da razão para munições reais estarem sendo utilizadas na produção fictícia e já determinaram que o projétil disparado por Alec Baldwin atingiu primeiro Halyna e parou no ombro do diretor Joel Souza. O xerife responsável pelas investigações diz que ainda é cedo para comentar possíveis acusações criminais, mas que o trabalho vai continuar e que prisões podem ser feitas caso seja determinado crimes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s