Homem-Aranha| Amy Pascal, ex-presidente da Sony, diz que não queria herói no UCM

Homem-Aranha| Amy Pascal, ex-presidente da Sony, diz que não queria herói no UCM

Anúncios

POR ADAILTON MORAES

Atualmente muito se fala sobre Homem-Aranha 3: Sem Volta para Casa e provável crossover da versão de Tom Holland com personagens nascidos nas franquias produzidas pela Sony Pictures, como Doutor Octopus, Duende Verde, Electro e até mesmo o atual Venom. Mas há alguns anos o herói já havia causado reboliço quando foi anunciado como parte integrante do Universo Compartilhado da Marvel, aparecendo com o escudo do Capitão América em um comentado trailer de “Guerra Cívil”. Mas se engana que a cessão do personagem tão popular a Marvel Studios foi pacífica, na verdade o presidente do estúdio Kevin Feige chegou a ser expulso do escritório da Sony aos berros pela então presidente Amy Pascal.

Anúncios

A revelação veio através do recém-publicado The Story of Marvel Studios: The Making of the Marvel Cinematic Universe, que narra diversas situações diante e por trás das câmeras do universo compartilhado mais bem-sucedido dos cinemas, incluindo a discussão acalorada entre Kevin Feige e Amy Pascal pelo direito de levar o Homem-Aranha até o UCM. Recapitulando, a Sony estava preparando O Espetacular Homem-Aranha 3 com Andrew Garfield quando o presidente da Marvel Studios propôs que esquecessem essa versão do herói e deixassem que ele o adaptasse para o universo compartilhado. Claro que a ideia não foi bem recebida inicialmente por Amy Pascal, que era presidente da Sony Pictures, e ela revelou que chegou a expulsar Feige de sua sala aos prantos e lhe tacou até um sanduíche:

“No início, fiquei super ressentida. Acho que comecei a chorar e o expulsei [Kevin Feige] do meu escritório, ou joguei um sanduíche nele- não tenho certeza de qual. No quinto filme [do Homem-Aranha], não estávamos dando a eles nada de novo. E eu tenho que ser honesta sobre isso, estávamos tentando tanto ser diferentes que até fomos a lugares para ser diferentes no que não deveríamos.”

Posteriormente, Amy e Feige se acertaram e o Amigão da Vizinhança migrou para o Universo Compartilhado da Marvel, o que também significou automaticamente o cancelamento da franquia estrelada por Andrew Garfield, o que deixa muitos fãs inconformados até os dias de hoje, principalmente porque em “O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro” Gwen Stacy (Emma Stone) morre em uma das cenas mais tristes dos filmes de super-heróis. A morte da personagem, tal como nos quadrinhos, dava margem para seu retorno como Spider Gwen, o que jamais veio a acontecer por conta do acordo entre Sony e Marvel Studios.

Anúncios

Agora, em “Homem-Aranha 3: Sem Volta para Casa”, o vilão Electro interpretado por Jamie Foxx na franquia “O Espetacular Homem-Aranha” e o Doutor Octopus de Alfred Molina na franquia de Sam Raimi estão de volta, e há ainda teorias que apontam que tanto Andrew Garfield como Tobey Maguire retornam como suas respectivas versões do herói no longa, o que ainda não podemos afirmar.

Mas e você, acha que Amy Pascal fez bem em aceitar a proposta de Kevin Feige, ou teria sido melhor dar sequência à franquia “O Espetacular Homem-Aranha”? Deixe sua opinião nos comentários.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s