Publicidade - OTZAds

Blade Trinity| Diretor fala sobre ter sido estrangulado por Wesley Snipes nos bastidores do filme

Em recente entrevista ao The Hollywood Reporter, o roteirista e diretor David S. Goyer andou falando sobre diversos assuntos e projetos aos quais esteve ligado durante sua carreira em Hollywood, e entre os assuntos mais comentados da entrevista, está o antigo rumor envolvendo Goyer e o astro da franquia Blade, Wesley Snipes. Em meados de 2012, o ator Patton Oswalt declarou atitudes violentas de Snipes nos bastidores do terceiro filme da franquia do caçador de vampiros, intitulado Blade: Trinity, e chegou a afirmar que o protagonista teria estrangulado o diretor do longa, ou seja, David S. Goyer. Agora, pela primeira vez, Goyer comentou o assunto.

Publicidade - OTZAds
Anúncios

Questionado sobre a veracidade das acusações de Patton Oswalt contra Wesley Snipes, o diretor respondeu de maneira vaga, mas trazendo alguns pontos de sua relação com os dois atores envolvidos na polêmica:

“Digamos que tenho um respeito enorme por Wesley como ator. Ele costumava ser um amigo. Não somos mais amigos. Sou amigo de Patton e trabalho com Patton desde então. Não acho que alguém envolvido naquele filme teve uma boa experiência nele. Certamente, eu não tive. Eu não acho que ninguém envolvido com aquele filme está feliz com os resultados. Foi uma produção muito torturada.”

No ano passado, foi a vez de Wesley Snipes comentar toda a polêmica e detalhar seus motivos para ter se chateado nos bastidores de “Blade 3”, deixando bem claro que jamais partiu para agressão contra nenhum colega ou profissional envolvido:

Publicidade - OTZAds

“Deixe-me dizer uma coisa. Se eu tivesse tentado estrangular David Goyer, você provavelmente não estaria falando comigo agora. Um negro com músculos estrangulando o diretor de um filme vai para a cadeia, eu garanto. Isso é parte dos desafios que nós, afro-americanos, enfrentamos aqui na América – essas microagressões. A presunção de que um cara branco pode fazer uma afirmação e essa afirmação é verdadeira! Por que as pessoas acreditariam que sua versão é verdadeira? Porque eles estão predispostos a acreditar que o negro é sempre o problema”

Anúncios

Patton Oswalt nunca mais comentou o assunto, mas lá em 2012 ele rasgou o verbo e chegou a dizer que Wesley passava a maior parte do tempo livre das filmagens em seu camarim fumando maconha. E segundo ele, Snipes surtou após ver um ator extra negro usando uma camisa com o dizer “garbage”, lixo em tradução livre, e então foi questionar David S. Goyer sobre o caso, chamando-o de racista e partindo para a agressão.

Publicidade - OTZAds

Blade Trinity teve orçamento de US$65 milhões e faturou cerca de US$132 milhões nas bilheterias ao redor do mundo. O filme lançado em 2004 dividiu opiniões e recebeu 38% de aprovação na média entre os críticos especializados.

1 comentário em “Blade Trinity| Diretor fala sobre ter sido estrangulado por Wesley Snipes nos bastidores do filme”

  1. Pingback: Roteirista de “Batman VS Superman” fala sobre vantagem da Marvel nos cinemas – Quartel General

Deixe uma resposta