Esquadrão Suicida| Montador do filme dá detalhes sobre cortes e exigências da Warner Bros

Esquadrão Suicida| Montador do filme dá detalhes sobre cortes e exigências da Warner Bros

Faz tempo que David Ayer, que dirigiu o filme Esquadrão Suicida de 2016, tenta criar um movimento pela liberação de seu corte tão impactante quanto a campanha que resultou no lançamento do Snyder Cut de Liga da Justiça. Assim como Zack Snyder, Ayer usa suas redes sociais para divulgar cenas cortadas e diversas informações sobre as mudanças exigidas pela Warner Bros que resultaram no corte questionável que foi liberado nos cinemas. Agora, o diretor ganhou apoio de Kevin Hickman, montador do longa, que deu maiores detalhes sobre como o estúdio alterou o projeto original.

Anúncios

Em recente entrevista ao CinemaBlend, Hickman confirmou que muita coisa foi cortada para diminuir a duração do filme e alterar o tom dele. Ele ainda ressaltou que a Warner exigiu que Ayer deixasse o filme mais divertido e engraçado, ao contrário dos planos originais que apresentavam uma trama mais sombria e violenta:

“Nós filmamos muito mais de 300 mil metros de filme para ‘Esquadrão Suicida’. E era um filme tão, tão grande, tinha tantos personagens que você precisava introduzir e explorar depois o passado de cada um para no fim desenvolver uma parceria entre todos. Então Esquadrão Suicida foi um desafio porque nós tínhamos muitos personagens e, em certo ponto, nós mostramos o filme para o estúdio e eles queriam levar as coisas para outro caminho. Queriam que a origem dos personagens acontecesse muito mais no começo do filme e que inseríssemos um nível muito maior de comédia.”

Anúncios

Esquadrão Suicida não pode ser considerado um fracasso completo, uma vez que teve uma bilheteria razoavelmente boa e conseguiu consagrar a Arlequina de Margot Robbie como um dos pilares do Universo Compartilhado da DC, mas de modo geral a avaliação crítica e do público em relação ao longa não é boa e muitos o elegem como uma das piores adaptações de quadrinhos da nova geração de filmes do gênero.

Para se ter uma ideia das mudanças promovidas pela Warner Bros no filme, o corte original de David Ayer contaria com o Lobo da Estepe como um dos vilões principais, tendo ele ligação direta com a vilão Magia. No Ayer Cut, também teríamos um relacionamento amoroso entre Arlequina e o Pistoleiro de Will Smith, além de muito mais tempo de tela para o Coringa interpretado por Jared Leto. Enfim, seria praticamente outro filme, tal como vimos com Liga da Justiça. Mas e você, acha que vale a pena lutar pela liberação do corte de David Ayer ou é melhor abraçar o novo Esquadrão Suicida que vem aí com James Gunn no comando Deixe sua opinião nos comentários.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s