Publicidade - OTZAds

Mulher Maravilha 1984| Kevin Smith elogia e revela que se emocionou com o filme

Mulher Maravilha 1984 tem enfrentado uma situação atípica e, digamos inédita, em seu lançamento simultâneo nos cinemas e no streaming HBO Max, mas de modo geral, apesar de algumas críticas, tem agradado aos que se dispuseram a assistir a nova aventura oitentista da Princesa de Themyscira. É o caso do cineasta Kevin Smith, que revelou ter se emocionado em algumas cenas do filme.

Publicidade - OTZAds

“Eu chorei quando o jato ficou invisível. Eu chorei na declaração de abertura. Eu realmente achei aquilo lindo. Chorei no shopping, quando ela apareceu pela primeira vez salvando a merda do dia… Lembre-se na Liga da Justiça, a primeira aparição da Mulher Maravilha é esse maluco britânico que fica tipo, ‘Minha bomba não vai explodir. Então, eu vou atirar na cara de todas essas crianças.’ Ela aparece e o impede. Isso foi angustiante, realmente angustiante.”

Kevin destaca que Wonder Woman 84, no entanto, tem uma abordagem completamente diferente de Liga da Justiça, além da clara inspiração no Superman de Christopher Reeves, do diretor Richard Donner:

Publicidade - OTZAds
Anúncios

“Nada neste filme, especialmente nos primeiros 15 minutos, foi muito angustiante. Talvez o cara agarrando a garota e segurando-a sobre o parapeito fosse um pouco angustiante. Isso foi tão intenso quanto conseguiu. Mas, é como se as salvações da Mulher-Maravilha fossem charmosas. Vindas diretamente do Superman de Richard Donner.”

“Mulher Maravilha 1984” ainda está em cartaz aqui no Brasil e nos demais países que seguem com os cinemas abertos e também no HBO Max, onde tem superado recordes de visualizações. Já assistiu?

Publicidade - OTZAds

Deixe uma resposta