Simu Liu, estrela de Shang-Chi, e a polêmica envolvendo Mark Wahlberg

Como bem sabemos, Deus perdoa, mas a internet não! É sempre bom pensar duas vezes antes de publicar uma coisa em suas redes sociais ou, futuramente, suas palavras podem ser usadas contra você; principalmente se você for uma estrela de Hollywood… Simu Liu, novo integrante do Universo Cinematográfico da Marvel e protagonista de Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis, sabe bem do que estamos falando.

Anúncios

Para você que está por fora, a gente explica: Simu Liu publicou em 2018 um tuíte criticando o também ator Mark Wahlberg, que quando adolescente foi condenado por tentativa de homicídio após espancar violentamente um homem vietnamita. Mark, na época, também esteve envolvido em pelo menos três crimes motivados pela etnia das vítimas, o que fez muitos o julgarem racista, incluindo o próprio Simu Liu. Em 2018, Liu publicou:

“Me deixa entender, Mark Wahlberg bate em um homem vietnamita indefeso com um bastão até ele desmaiar quando tinha 16 anos e agora ele quer pedir perdão para a corte tendo como base que ele ‘mudou de vida?’”

Anúncios

O problema é que agora Simu Liu e Mark Wahlberg estrelarão o filme Arthur, the King e o ator da Marvel decidiu apagar a declaração feita a respeito do colega anos atrás, gerando assim uma onda de críticas. Os internautas agora acusam Simu Liu de hipocrisia e até de apoiar os atos racistas cometidos por Mark Wahlberg no passado, contudo o ator usou sua conta no Instagram para justificar a atitude:

“Eu apaguei alguns tuites que fiz sobre as ações passadas de um dos meus companheiros de elenco como um gesto de profissionalismo e para abrir a porta para uma conversa mais progressiva e (esperançosamente) com mudanças positivas. Obviamente seria bem estranho ir trabalhar com aquele tuite ainda no ar. 

Eu disse o que disse naquele momento; eu estava com muita raiva após ouvir o que aconteceu. Mas isso não significa que eu não acredito que existe espaço para crescermos e trabalharmos juntos para encontrar uma oportunidade de educar e fazer o bem – o que estou ansioso para fazer além de gravar o filme. Discussões progressivas vão levar ao diálogo e o diálogo vai levar à ação”. 

Arthur, the King é baseado no livro de 2017 Arthur: The Dog who Crossed the Jungle to Find at Home e será dirigido por Simon Cellan Jones, ainda sem data de estreia prevista. Já Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis faz parte da nova fase do UCM e contará com o verdadeiro Mandarim como antagonista, com estreia prevista para junho de 2021.

Autor: Adailton Moraes

23 anos. Apaixonado pela cultura geek. Cristão. Desenhista. Amante da escrita e comunicação visual. @amoraes7

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s