Publicidade - OTZAds

Redes de cinema criticam Warner Bros por lançamento no HBO Max

Redes de cinema criticam Warner Bros por lançamento no HBO Max

Ontem (03) fomos surpreendidos com o anúncio da Warner Bros revelando que todos os seus próximos lançamentos cinematográficos estrearão em um novo formato, de maneira simultânea nos cinemas que estiverem funcionando em meio a pandemia e em seu novo serviço de streaming, o HBO Max. onde ficará disponível durante 30 dias. A notícia deixou boa parte do público contente com a alternativa de assistir lançamentos como Mulher Maravilha 1984 e Matrix 4 dentro do conforto e segurança de suas casas.

Publicidade - OTZAds

Mas nem todo mundo curtiu a ideia, principalmente as grandes redes de cinema, que viram suas ações cair consideravelmente após a decisão da Warner Bros. Segundo informações da Variety, por exemplo, entre as empresas prejudicadas estão a Cinemark – que perdeu 21% de suas ações-, a Imax com uma perda de 7,3% e a AMC Theatres, que caiu cerca de 18%. Tudo isso gerou uma revolta por parte das redes, e os donos pretendem procurar a Warner para negociar.

Publicidade - OTZAds
Anúncios

O CEO da AMC Theatres, Adam Aron falou um pouco sobre a decisão polêmica do estúdio em uma carta aberta, explicando que apoiou a Warner Bros quando decidiu lançar Mulher Maravilha 1984 nos cinemas e no HBO Max, por ser um momento atípico e crítico, mas que não imaginava que o estúdio estenderia a medida para todos os seus lançamentos para 2021. Ele ainda destaca que tem esperanças de que uma vacina para o novo coravírus seja disponibilizada já no próximo ano, e que não faz sentido lançar todos os filmes no streaming.

Publicidade - OTZAds

“Claramente, a Warner Media pretende sacrificar uma porção considerável de sua divisão de estúdios e filmes, parceiros de produção e cineastas, tudo para subsidiar o HBO Max. Quanto ao nosso trabalho na AMC, faremos de tudo ao nosso alcance para assegurar que a Warner não faça isso em detrimento a nós. Nós iremos procurar termos econômicos agressivos que possam preservar nosso negócios. Já estamos começando um urgente e imediato diálogo com as lideranças da Warner sobre o assunto.”

Embora a AMC tenha sido bem agressiva em sua carta aberta, a empresa destaca que está aberta para negociar com a Warner e evitar que os danos ao mercado de exibição sejam irreversíveis e mais graves.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: