Publicidade - OTZAds

DC Films divulga comunicado rebatendo acusações de Ray Fisher

DC Films divulga comunicado rebatendo acusações de Ray Fisher

Como estamos acompanhando aqui no QG, o astro Ray Fisher tem se empenhado a publicar diversos tweets dizendo que Joss Whedon teve uma contuda tóxica e anti-profissional nos bastidores das refilmagens de Liga da Justiça, onde Geoff Johns e Jon Berg teriam dado liberdade para que tudo acontecesse. Ontem o intérprete do Ciborgue no filme revelou ainda que o atual presidente da DC Films, Walter Hamada teria ligado para ele pedindo que desviasse as acusações de Geoff Johns, algo que ele não pretende fazer.

Publicidade - OTZAds

Mas hoje, com o nome de Hamada envolvido na polêmica, a DC Films precisou se mover e resolveu publicar um comunicado oficial sobre o assunto, revelando que o próprio Ray Fisher, apesar de toda a publicidade que tem dado ao caso, não está ajudando nas investigações:

“Em julho, os representantes de Ray Fisher pediram ao presidente da DC Films, Walter Hamada, para falar com o Sr. Fisher sobre suas preocupações durante a produção de ‘Liga da Justiça’. Os dois já haviam conversado quando o Sr. Hamada lher pediu para reprisar o papel como Ciborgue no próximo filme da Warner Bros, ‘The Flash’, juntamente com outros membros da Liga da Justiça.

Na conversa de julho, o Sr. Fisher contou os desentendimentos que teve com a equipe criativa do filme sobre sua interpretação do Ciborgue, e reclamou que suas revisões de roteiro sugeridas não foram adotadas. Hamada explicou que diferenças criativas são uma parte normal do processo de produção, e que o roteirista/diretor de um filme, em última análise, tem que estar no comando dessas questões.”

Mas o que mais se destaca nesse comunicado oficial é a revelação de que, apesar de todo o alvoroço, Ray Fisher não está cooperando com as investigações internas sobre a suposta má-conduta de Whedon no set de filmagens, se recusando a falar com o investigador contratado pela WarnerMedia:

Publicidade - OTZAds

“Notavelmente, o Sr. Hamada disse ao Sr. Fisher que levaria suas preocupações à WarnerMedia para que pudessem conduzir uma investigação. Hamada nunca ‘jogou alguém na vala’ como o Sr. Fisher alegou falsamente, ou fez qualquer julgamento sobre a produção de ‘Liga da Justiça’ […]

O Sr. Fisher nunca alegou qualquer má-conduta dirigida contra ele, no entanto, a WarnerMedia iniciou uma investigação sobre as preocupações que ele havia levantado sobre a representação de seu personagem. Ainda insatisfeito, o Sr. Fisher insistiu que a WarnerMedia contratasse um investigador independente de terceiros.

Esse investigador tentou várias vezes se encontrar com o Sr. Fisher para discutir suas preocupações, mas até agora, ele se recusou a falar com o investigador.”

Para concluir, o comunicado endossa o comprometimento do estúdio com o bem-estar de cada elenco e membro de equipe de suas produções e reafirma que Ray Fisher não tem sido claro em suas acusações:

Publicidade - OTZAds

“A Warner Bros. continua comprometida com a responsabilidade e com o bem-estar de cada elenco e membro de equipe, em cada uma de suas produções. Ela também permanece comprometida em investigar qualquer alegação específica e crível de má-conduta, que até agora o Sr. Fisher falhou em fornecer.”

Eita, que parece que o caldo entornou de vez para o lado de Ray Fisher dentro da Warner. Será que realmente o veremos como Ciborgue em The Flash em 2022? Mas e você, de que lado está nessa briga que parece longe de acabar? Deixe sua opinião nos comentários.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: