Publicidade - OTZAds

O Esquadrão Suicida| James Gunn garante que Warner não interferiu no filme

A DC está planejando muitas novidades para seu Universo Cinematográfico, e entre elas está o novo filme do Esquadrão Suicida, que está sob o comando e direção de James Gunn, diretor aclamado da Marvel pela franquia dos Guardiões da Galáxia. O novo longa, apesar de ser o segundo baseado na equipe de vilões em missões suicidas, não leva o número 2 e sequer será uma continuação propriamente dita, isso porque o primeiro filme de 2016 não se saiu bem na aceitação do público e crítica e muitos querem mesmo é esquecer que ele existiu.

Publicidade - OTZAds

Mas o mau desempenho de “Esquadrão Suicida” pode estar ligado a algo muito comentado no meio cinematográfico, principalmente no DCEU: os cortes e interferências do estúdio, ou seja, da Warner Bros. O próprio diretor do filme de 2016, David Ayer, não se cansa de dizer que a tesoura da Warner alterou praticamente todo o projeto inicial e as declarações inclusive deram origem a uma campanha pelo lançamento do corte de Ayer, aos moldes do que se fez com o SnyderCut, que será lançado em 2021 no HBO Max.

Publicidade - OTZAds
POR APENAS R$51,37

Mas não criemos pânico, James Gunn afirmou que a seu filme não sofreu nenhum tipo de interferência do estúdio:

Publicidade - OTZAds

“Posso confirmar com toda certeza que ‘O Esquadrão Suicida’ teve zero de interferência, sem impedimentos e, novamente, mal posso esperar que vocês vejam um pouco do filme no DC Fandome. Sei que isso será emocionante.”

O DC Fandome acontece em breve no dia 22 de agosto e nele teremos divulgado o primeiro teaser-trailer do novo Esquadrão. Ansiosos?

Deixe uma resposta