Publicidade - OTZAds

Autores querem que Marvel processe policiais que usam o símbolo do Justiceiro

Os Estados Unidos estão mergulhados em uma onda de protestos e manifestações diversas contra o racismo após o assassinato de George Floyd por um policial, e praticamente tudo envolvendo a questão tem sido revisto apoiadores do movimento Black Lives Matter (“Vidas negras importam” em tradução livre).

Publicidade - OTZAds

Agora artistas e autores de histórias em quadrinhos levantaram uma velha questão envolvendo o anti-herói Justiceiro, cujo símbolo (um crânio) é um dos mais populares entre a classe policial e militar. Logo após a Disney ter prometido doar US$5 milhões para entidades que lutam contra o racismo, o escritor e desenhista Matt D. Wilson usou suas redes sociais para exigir que a empresa se comprometa verdadeiramente com a causa. Segundo ele, a Disney/Marvel devia processar os policiais que usam o símbolo do Justiceiro, algo que o próprio Gerry Conway, co-criador do personagem, já havia comentado anos atrás.

Publicidade - OTZAds

“Se a Marvel e a Disney quisessem realmente fazer um grande gesto agora (além de oferecer $100 milhões ao invés de $5), eles poderiam imediatamente demandar que a polícia parasse de usar o logo do Justiceiro e processar departamentos que continuem a fazer isso”.

A proposta de Matt logo foi apoiada por diversos profissionais da área, todos exigindo que a medida seja tomada pela Disney, que já processou terceiros pelo uso de suas propriedades no passado, incluindo a lápide de uma criança. Segundo eles, a logo do Justiceiro tem sido utilizada como um símbolo de ódio e muitas vezes, repressão às minorias. O que vocês acham?

Publicidade - OTZAds

Deixe uma resposta