Publicidade - OTZAds

Esquadrão Suicida| Corte de David Ayer pode ser possível, sugere AT&T

Pois é, cadetes, após a confirmação de que a versão de Zack Snyder de Liga da Justiça será de fato finalizada e lançada em 2021 no serviço de streaming HBO Max, uma outra campanha pelo corte do diretor ganhou força nas redes; se trata do #RealeseTheAyerCut, a corrente que pede o lançamento da versão inicialmente planejada pelo diretor David Ayer para o primeiro filme do Esquadrão Suicida, que assim como “Liga da Justiça” teve uma má recepção embora tenha lucrado mais nas bilheterias.

Publicidade - OTZAds

O que acontece é que, após as críticas que Batman VS Superman recebeu e os planos de um universo sombrio de Zack Snyder perderam apoio, boa parte da trama de “Esquadrão Suicida” precisou ser alterada e cortada mesmo, resultando no filme não muito envolvente que vimos nos cinemas. Rumores indicam que David Ayer estabeleceu diversas ligações com os filmes anteriores do Universo Cinematográfico da DC e pontes para o vindouro “Liga da Justiça”; um exemplo disso é que a vilã Magia teria ligação com as Caixas Maternas de Darkseid, algo que foi completamente ignorado no corte final. Isso não aconteceu porque a Warner Bros. como de costume na época decidiu interferir nas decisões do diretor.

Agora a AT&T, dona da Warner, em interação com fãs que pedem o corte de Ayer, respondeu:

Publicidade - OTZAds

“Tudo é possível, só é preciso um pouco de mágica”

Para completar, o próprio David Ayer publicou em seu perfil no Twitter uma frase curta e grossa: “no aguardo”. Agora, o Esquadrão Suicida ganhará um novo filme dirigido por James Gunn, da franquia Guardiões da Galáxia da Marvel, e imagina-se que poucas coisas do longa de 2016 serão aproveitadas, embora parte dos personagens retornem, como é o caso da Arlequina de Margot Robbie e o Capitão Bumerangue de Jai Courtney.

Publicidade - OTZAds

Mas e vocês, apoiam o Ayer Cut de “Esquadrão Suicida”? Deixe sua opinião nos comentários.

Deixe uma resposta